"

Vila Gampur, nas margens do Ganges

Posted By: tatiana on fev 24, 2012 in Índia, Por onde andei

Foram 33 dias de Índia, um mês intenso e transformador. Durante a viagem conheci pessoas de todas as espécies e índoles. Sem elas, esse processo não teria sido tão enriquecedor, tão cheio de alegrias e realizações. Viagem interessante, rica em cultura e história, mas também muito difícil. Comidas estranhas, condimentadas e na maioria das vezes preparadas em condições precárias de higiene. Posso dizer que tive sorte, saí incólume. Não tive nenhuma intoxicação e nenhum problema de saúde. Foram muitos cuidados, o mantra foi: água mineral. Até mesmo para escovar os dentes. Sempre, sem exceção. Não experimentei nenhuma comida nas ruas, a não ser um lassi em Jaipur. Aparentemente em um local mundialmente famoso, por isso decidi acreditar na fama e na minha sorte.

Percorri mais de 5.000km pelas estradas do norte e da Índia central. Outra benção, nada me aconteceu. Nenhum acidente, arranhão, batida ou atropelamento. Na Índia isso é mesmo uma benção. Cheguei a conclusão que os indianos precisam de 3 coisas para enfrentar o trânsito: bom freio, boa buzina e boa sorte.

Foram tantos os aprendizados. Espiritualmente, a Índia me mostrou um lado democrático de sua religião. Talvez pela quantidade de deuses adorados por diferentes segmentos da sociedade, há uma tolerância religiosa surpreendente. São mais de 3 milhões de deuses, cada um com um significado específico. Além das divindades, os indianos respeitam também todos os outros deuses e profetas de seus países vizinhos. Grata surpresa. Aprendi também o significado literal de God: Generator, Operator e Destroyer (G.O.D.) ou Brahma o gerador, Vishnu operador (ou organizador) e Shiva destruidor. Os demais deuses são reencarnações e filhos dessas 3 forças divinas.

Hoje me despeço da Índia com o vídeo abaixo. Entrevista feita em uma vila nas margens do Ganges, a 35km de Varanasi. Essa vila chama-se Gampur e é composta por pescadores pertencentes a casta Kewat (homem dos barcos). Lá, todos vivem da agricultura e pescaria. Lugar pacato, com mais de 2.000 anos de história e aproximadamente 5.000 moradores. Todos muito pobres e muito unidos. E mais uma vez, a hospitalidade indiana se mostrou certeira.

Namaste!

[Voltar]

Discussion - 17 Comments

  • Alexandre Imanishi fev 24, 2012 

    Tati, impressionante como os sonhos e necessidades desse povo se limitam a base da pirâmide, trata-se do básico do básico. É um tanto assustador, eles lutam por sobrevivência imediata sem expectativas maiores…

    Responder
    • tatiana fev 25, 2012 

      Sim, Maslow total! Eu insisti em educação, mas quando se tem fome, não se quer estudar….

      Responder
  • Tiare fev 27, 2012 

    Tati, esta entrevista socio economica politica ficou o maximo, com traducao e tudo…..
    Veja como miseria eh igual em todo mundo. A educacao eh importante sim, mas de barriga cheia e com saude.
    Vc nao me confirmou que leu 3 Cups of Tea……sou fa do Greg Mortison.
    Ele arregacou as mangas e simplesmente FEZ coisas acontecerem apesar da barreira cultural e da absoluta ausencia de recursos.
    O mapa ficou show, agora da para ter ideia por onde vc andou.
    Bjos

    Responder
    • tatiana fev 29, 2012 

      Pois é, esses estão na base da pirâmide, primeiro vem a sobrevivência. Essa vila foi muito interessante, fiquei lá um tempinho. Todos super acolhedores, e o mais legal, nenhum turista vai lá!

      Não li o 3 Cups of Tea. Acabei de acabar um livro ótimo e estou desesperada para encontrar outro bom. Vou procurar!

      Vou sempre colocar mapa, pra vc! ; )

      beijos

      Responder
  • Van mar 30, 2012 

    Parabéns pelos conselhos dados! bjkas

    Responder
    • tatiana abr 05, 2012 

      Obrigada amiga!

      Responder
    • tatiana abr 18, 2012 

      Obrigada amiga linda!

      Responder
  • Mauro Tylwalk abr 05, 2012 

    Thanks for all your efforts that you have put in this. Very interesting information. “No news at 430 a.m. is good.” by Lady Bird Johnson.

    Responder
    • tatiana abr 05, 2012 

      Hi Mauro! Thank you for following Motto Slow Travel!

      I appreciate you taking your time to write me a comment.

      I hope you keep coming back ; )

      Tatiana Perim

      Responder
  • Theresa Twilligear mai 10, 2012 

    that picture isnt real now what type of establishing glows gold

    Responder
    • tatiana mai 10, 2012 

      Hi Theresa, yes, all pictures are real.

      Thanks for following!

      Tatiana

      Responder
  • Ellie Fate mai 20, 2012 

    An interesting discussion is worth comment. I do believe that you need to write more on this subject, it might not be a taboo matter but generally folks don’t talk about such issues. To the next! Many thanks!!

    Responder
  • Edson Vandaleti set 04, 2012 

    Olá Tati,

    Gostei muito de ler, ver, e ouvir suas experiências pela India. Parabéns!!!Estive lá o ano passado, mas somente em Delhi, por um mês, e foi uma experiência maravilhosa. Gostaria de algumas dicas sua sobre o Rajastão: Gostei da sugestão do Narender. Como foi a hospedagem no Rajastão? Há muitas diferenças nos hotéis em relação a estrelas? Foi tudo acertado antes com o Narender? É melhor fechar um pacote com Ele já no Brasil? Pretendo viajar em janeiro. Saudações, e boa viagem em suas novas aventuras. Edson

    Responder
    • tatiana set 12, 2012 

      Oi Edson, tudo bem? Você vai adorar a India, é uma país com uma riqueza cultural e história incomparável.

      O Narender pode te ajudar a customizar a viagem da forma que for melhor pra você. Ele consegue preços ótimos em hoteis 5 estrelas (recomendo). Ele conhece muito bem o Rajastão, aliás é a especialidade dele. Entre em contato com ele no email: gtgauritours@gmail.com e pode falar em meu nome. Ele é um doce, ultra prestativo e honesto. Com ele você poderá visitar lugares diferentes e ter a oportunidade de fazer uma imersão cultural na Índia. Não deixe de visitar: Jaisalmer, Jodhpur, Jaipur e Udaipur.

      Eu acertei tudo com o Narender antes de chegar no país. Veja isso o quanto antes, janeiro está aí e é alta temporada.
      Não esqueça de tirar o visto!

      Qualquer coisa é só avisar.

      Tatiana

      Responder
  • poroÄŤni prstan fev 02, 2013 

    It’s going to be end of mine day, but before finish I am reading this impressive piece of writing to increase my experience.

    Responder
  • Julia Castelle ago 25, 2015 

    Parabéns por essa linda experiência , fiquei fascinada , com a riqueza de conhecimento que voce me passou e a todos que te seguem e lêem suas matérias . Realmente a India precisa ser estudada pesquisada , pois só através da sua matérias que consegui descobrir esse mundo fascinante tão rico em cultura ,costumes e religiões . gostari muito em segui-la na redes sociais . Obrigado !

    Responder
    • tatiana ago 25, 2015 

      Oi Julia, fiquei feliz em receber sua mensagem! Muito obrigada!

      Certamente a Índia merece uma atenção especial, é um mundo à parte, uma cultural milenar e costumes muito diferentes dos nossos. Tudo muito interessante!

      Mais uma vez obrigada por seguir! Meu instagram é: tatianaperim

      beijos,

      Tatiana Perim
      http://www.mottoslowtravel.com.br

      Responder

leave a comment

Instagr.am