"

Tailândia – natureza exuberante e tradição milenar

Posted By: tatiana on jan 17, 2010 in Por onde andei, Tailândia

À primeira vista Bangkok é frenética e incompreensível. A capital da Tailândia é uma cidade de 9 milhões de habitantes, caótica, com poeira, névoa, sujeira e um trânsito congestionando com tuks-tuks temerários. Mas ela guarda um contraste equilibrado entre o antigo e o moderno, tem uma beleza e graça surpreendentes e uma espiritualidade nata de seu povo.

Permita-se se perder no Rattanakosin, o histórico bairro real da cidade, onde estão o Grande Palácio (antiga morada real) e o Wat Pho, o maior e mais antigo templo de Bangkok. São vários templos dentro de um complexo só, com a maior coleção de imagens de Budas do país. A mais impressionante é o Buda deitado. A imagem é folheada a ouro, possui 46 metros de comprimento e representa a passagem de Buda para o nirvana.

Wat Pho

Wat Pho

Grande Palácio

Além de todas essas belezas, o Wat Pho possui a escola de massagem tailandesa mais conceituada do país. Todos podem fazer uma massagem nessa escola, é muito barato. Foi a melhor massagem que fiz nas últimas encarnações! Não duvido que o Buda deitado tenha recebido uma massagem dessas, com certeza foi assim que chegou ao nirvana! Com mais de 3 mil anos, a técnica atingiu uma perfeição suprema. Criada na Índia, foi aprendida por monges tailandeses que queriam atingir relaxamento físico e mental, clareza da mente e saúde. Os terapeutas usam as mãos, cotovelos, polegares e até os pés na massagem, o que a torna uma experiência muito intensa, memorável. Recomendo.

Você pode atravessar toda a cidade por cima através de um complexo de viadutos, como se fosse uma “highway” com vista para templos e edifícios antigos. O transporte público é ótimo e super eficiente. Aliás os metrôs e barcos são o meio mais barato e agradável de ver a cidade, livrando-o de ruas enfumaçadas. Há muita coisa pra fazer e ver nessa cidade dinâmica e única.

Há uma hora e meia de carro de Bangkok (tem também um trem interligando as cidades) pode-se visitar Ayutthaya, uma pequena cidade cheia de ruínas incríveis.  A cidade sofreu, como muitos dos wats em Ayuthaya Historical Park, a destruição e degradação quando os birmaneses invadiram em meados do século 18. Muitas das estátuas foram derrubadas e as cabeças dos Budas decepadas. Uma dessas cabeças foi deixada no chão e com o passar dos anos se entrelaçou com as raízes das árvores, e agora é a atração de maior destaque do Ayuthaya Historical Park.

Ayuthaya Historical Park

Ayuthaya Historical Park

Apesar de ser uma programa bem turístico, vale uma visita ao mercado flutuante. É uma experiência interessante. O mercado é um labirinto, congestionado de pequenas embarcações de madeira, que funcionam como barraquinhas flutuantes, sendo os comerciantes em sua maioria mulheres.

Mercado flutuante

De Bangkok fui para o norte, Chiang Mai. Lugar perfeito pra quem procura trabalhos talhados na madeira, objetos de decoração, móveis e tecidos. Tudo é lindo e muito barato. Difícil não enlouquecer. Em Chiang Mai tem um templo deslumbrante, o Wat Phrathat Doi Suthep, comumente conhecido como wat Doi Suthep. É o templo mais importante de Chiang Mai. Esse passeio fiz de bicicleta, é um pouco cansativo, mas vale muito a pena.

A experiência mais transformadora que tive na Tailândia foi em uma fazenda em Chiang Mai, a Patara Elephant Farm (www.pataraelephantfarm.com). Não basta querer andar de elefante, é preciso aprender sobre o animal,  sua saúde, alimentação, cuidados especiais e higiene. Foi um dia inteiro como se eu fosse proprietária de uma elefante de estimação.

A Patara é uma fazenda que resgata elefantes que sofreram maus tratos ou que foram abandonados. A captação de recursos para sustentar a fazenda vem dos turistas, que pagam para cuidar e aprender sobre os bichos. É realmente um experiência única.

De lá resolvi fazer um passeio até o Golden Triangle, local onde Tailândia, Birmânia e Laos fazem fronteira. No caminho resolvi parar na tribo das pescoçudas e no White Temple. A tribo é extremamente turística,  senti como se tivesse em um zoológico humano. Todos pedem dinheiro e ficam se exibindo para os turistas. Não recomendo.

Já o White Temple foi um choque. Ele é bem diferente dos outros templos, além de ser mais moderno (cerca de 30 anos), ele parece um palácio de gelo com um laguinho decorativo com carpas albinas. Ele representa o inferno e o paraíso, mostrando primeiro o inferno, pois é mais fácil seguir o caminho do mau, e depois a subida difícil  para o paraíso. Essa representação foi feita através de desenhos psicodélicos no teto e nas paredes internas que até incluem imagens do super-homem e homem-aranha. Surreal, beirando o brega…

White Temple

A Tailândia possui uma beleza natural de tirar o fôlego. As ilhas nos arredores de Phuket por exemplo são maravilhosas, como as Ilhas Phi Phi. São realmente deslumbrantes e por isso atraem muitos turistas. Já as Ilhas Similan, por serem um pouco mais distantes, são menos povoadas e são as melhores do planeta para fazer snorkeling e mergulho. Eu nunca vi um fundo do mar tão colorido e cheio de vida. Corais fosforescentes, vários tipos de peixes, tartarugas, arraias… realmente impressionante.

Ilhas Phi Phi

Ilhas Similan

Phuket é a maior ilha da Tailândia, situada no mar de Andaman. Particularmente achei meio “busy” demais e as praias não são tão bonitas. Phuket é uma boa base para visitar todas essas ilhas ao seu redor. Uma boa fuga de multidões é um passeio incrível  pelas ilhas Koh Yao Noi e Koh Yao Ya. Aqui os turistas podem ainda ver o estilo de vida simples de Koh Yao Noi, como o cultivo de arroz ou de pesca. O sul é o centro da criação de animais do mar, e através de uma estrada mão dupla que liga o sul ao norte, pode-se fazer um reconhecimento da ilha e parar nas diversas praias desertas espalhadas pela costa. Vale alugar uma scooter, são muito fáceis de encontrar e baratas, e serão uma mão na roda para poder explorar essa região linda. Recomendo um restaurante incrível  e nada turístico (é também um guesthouse) chamado Heimat Gardens em Koh Yao Yai. Vale pelo lugar, pela comida e pela conversa com os funcionários e com a dona, que é uma mulher surpreendente. É uma casinha charmosa, e atrás há um pomar e uma horta onde todos os ingredientes são utilizados. A comida é caseira e simplesmente deliciosa.

Koh Yao Noi

Quero voltar a esse país exótico e conhecer mais de sua rica cultura milenar,  seus suntuosos palácios, templos budistas e sua paisagem exuberante que vai além do nosso imaginário.

 

[Voltar]

Discussion - 26 Comments

  • clausio jan 27, 2012 

    um lugar mistico demais, e com uma natureza previlegiada para os meros humanos.

    Responder
    • tatiana jan 28, 2012 

      E a cultura é a cerejinha desse sunday! Recomendo!

      Responder
  • Van jan 29, 2012 

    Me tira uma dúvida, para fazer compras no mercado flutuante é necessário tomar algo para enjôo?

    Responder
    • tatiana jan 29, 2012 

      hahahahahahaha acho que um dramin é sempre bem vindo pra você amiga. bjs

      Responder
  • Tasha Regnier abr 04, 2012 

    I believe this is among the such a lot important info for me. And i am glad reading your article. But want to commentary on few basic issues, The web site taste is perfect, the articles is really nice :D . Excellent activity, cheers.

    Responder
    • tatiana abr 05, 2012 

      Hi Tasha! Thank you for following Motto Slow Travel!

      I appreciate you taking your time to write me a comment. I will do my best to keep posting interesting content and I hope you keep coming back!

      Thanks again for the compliments ; )

      Tatiana Perim

      Responder
    • tatiana abr 05, 2012 

      Hi Tasha! Thank you for following Motto Slow Travel!

      I appreciate you taking your time to write me a comment. I am very glad you liked the layout and articles.

      I hope you keep coming back!

      Tatiana Perim

      Responder
  • Marica Tweedie abr 06, 2012 

    Only a smiling visitant here to share the love (:, btw great pattern .

    Responder
    • tatiana abr 18, 2012 

      Marica, I here smiling back at you!

      : )

      Tatiana

      Responder
  • Genevieve Ausby mai 01, 2012 

    Thanks on your wonderful article! I genuinely loved reading through it, you may be an amazing article writer. I’ll be sure to take a note of your website and may return in the future.

    Responder
    • tatiana mai 01, 2012 

      Thank you and I hope to see you back ; )

      Responder
  • Felipe Aboudib mai 14, 2012 

    Nossa Tati, incrível.
    É impressionante como essas cores tão vibrantes fazem parte do dia a dia. Aquela foto que tem os comerciantes nas canoas, parece uma foto produzida de tantas cores bonitas e bem harmonizadas. Realmente muito bonito. Sem falar nessas praias paradisíacas que me chamaram atenção desde aquele filme ”A praia”.
    Muito bonito, quero muito visitar esse país um dia. Parabéns! Beijão

    Responder
    • tatiana mai 15, 2012 

      Oi Gui! Você vai amar a Tailândia! Um país lindo, hospitaleiro e colorido! Fora a beleza natural que é de tirar o fôlego mesmo.
      Essa foto da capa, foi tirada na Maya Beach, onde foi filmado o filme “A Praia”…. você vai pirar!

      beijo grande

      Tati

      Responder
  • Alynne jul 12, 2012 

    Olá, Tatiana!

    Descobri seu blog há dois dias, numa postagem do Uol.
    Devo dizer: é apaixonante!
    Tenho devorado seus textos, fotos e vídeos e vivido suas aventuras como se fossem minhas!
    MUITO obrigada por compartilhar essa experiência.

    Te desejo toda a sorte do mundo e uma ótima viagem!

    Beijos

    Responder
    • tatiana jul 13, 2012 

      Oi Alynne, fiquei feliz que descobriu e curtiu o blog! Viajar é mesmo apaixonante!

      Eu que agradeço a mensagem carinhosa e por acompanhar essa aventura ; )

      beijos,

      Tatiana Perim

      Responder
  • Anderson jul 19, 2012 

    Sencional, chega a tirar o fôlego tanta beleza, isso porque em fotos, belíssimas fotos. E novamente gostei muito do texto.

    Parabéns!

    Responder
    • tatiana jul 25, 2012 

      Obrigada Anderson! Fico feliz que tenha gostado!

      Espero vê-lo por aqui em breve ; )

      Tatiana

      Responder
  • ana abelha ago 28, 2012 

    E conta para nós Tati, qual foi a coisa que vc comeu e gostou mais diferente dessa região? Aparecem tantas frutas lindas coloridas. Elas são gostosas e pefumadas TB? Qual vc gostou mais? Parabéns pelas fotos – vc -é uma artista. Vc poderia fazer uma exposição de algumas dessas fotos e vende alguns reprints! Bj

    Responder
    • tatiana set 12, 2012 

      Oi Ana, as frutas da Ásia são uma delícia! A que mais gostei foi a salak, também conhecida como fruta cobra. Linda e saborosa!

      bjs

      Responder
  • claudio criniti nov 15, 2012 

    Bom dia

    Em suas viagens voce ouviu alguam historia de uma cabeça de Buda e um sino foi roubado no passados de algum templo ou aldeia e até hoje não foi encontrado.?

    agradeço se poder responder e parabens poe essa bela viagem, algum dia pretendo ir a Thailandia e vou consulta-lo do que viu.

    um abraço

    Claudio Criniti
    Professor de Antropologia – Autonomo
    Fundação “KA”

    Responder
    • tatiana nov 21, 2012 

      Oi Claudio, não fiquei sabendo de nenhum o ocorrido de roubo de sino ou Buda na Tailândia. Desculpe não ter informações pra te passar.

      Espero que consiga sanar suas dúvidas e que em breve você faça mesmo essa viagem, que é mágica.

      Grata,

      Tatiana

      Responder
  • marcia dez 08, 2012 

    Tatiana. Excelentes seus posts. Obrigada por compartilhar suas experiências.
    De Dubai, pretendo ir à India e à Tailandia. Como tenho apenas 8 dias, pensava em 4 dias para cada lugar. Mas,vendo sobre a Tailândia, creio que vou desistir da India e aproveitar os dias só naTailândia O que vc acha?

    Responder
    • tatiana dez 12, 2012 

      Oi Márcia! Obrigada pela mensagem!

      Com relação a sua pergunta, acho que você mesma já respondeu… 4 dias Índia e 4 dias Tailândia, é pouco tempo, vai ficar super corrido e cansativo. Você não vai conseguir aproveitar nem um nem outro. Lembre-se que viajar no “motto slow travel” temos que praticar o desapego e os “já ques”, assim focando em um único lugar. Dessa forma, você consegue uma experiência muito mais profunda e completa. Nesse caso, recomendo a Tailândia, é mais fácil e você pode se concentrar em algumas áreas. Afinal, você só tem 8 dias, não vai conseguir ver tudo.

      Você já tem em mente o que quer ver na Tailândia? Já esteve lá?

      A Tailândia é uma páis com uma cultura, gastronomia e beleza natural sem igual. As praias são surreais, nunca vi nada tão espetacular. Visitei os dois mares, o Andaman e o Golfo da Tailândia, ambos maravilhosos. No Mar Andaman, tem umas ilhas lindas. Você pode sair de Phuket e visitar várias delas: Similan (o mergulho mais incrível que já fiz na vida foi aqui, admirando esses corais), Ko Phi- Phi e várias outras. De repente, se você não conhece, vale uns 2 dias em Bangkok e depois segue para as ilhas desse lado do país. Ou pode ir para o outro lado também. No Golfo tem Ko Samui, Ko Pha-ngan e várias outras ilhotas por ali que também são espetaculares. Difícil escolher…

      Agora se seu negócio não é praia, ao norte de Bangkok também tem muita coisa interessante: Chang Mai, Ayuthaya Historical Park…

      Não vai se arrepender, a comida é ótima, as massagens tailandesas divinas e baratas e um povo acolhedor e educado. Ainda acho 8 dias pouco!

      Quando você tiver mais tempo, não descarte a Índia, uns 15 dias no mínimo. Uma viagem inesquecível.

      Se precisar de mais informações, é só avisar!

      beijos,

      Tatiana Perim

      Responder
      • marcia dez 13, 2012 

        Obrigada, Tati. Estamos refazendo nossa viagem de acordo com as suas dicas. Quando eu voltar, final de janeiro de 2013, conto como foi. Feliz Natal e um ano novo cheio de lindas viagens e emoções maravilhosas. Bjs.Marcia

        Responder
  • Ana Cláudia mai 26, 2013 

    Olá! Adorei as dicas do seu site. Lendo sobre a Tailândia e as compras, gostaria de uma dica sobre como obter informações (nome e site) de lojas que vendem móveis em Chiang Mai. Pretendo comprar os móveis da minha casa lá, mas não sei quais lojas vendem aqueles móveis entalhados e outros de madeira. Se puder me ajudar, ficaria grata! Abraços

    Responder
    • tatiana mai 26, 2013 

      Oi Ana Cláudia,

      Obrigada por seguir o Motto Slow Travel!

      A Tailândia é certamente o local para enlouquecer com os móveis talhados em madeira e objetos decorativos. Tem um mais lindo que o outro, e tudo super barato que dá vontade de comprar tudo.

      Chiang Mai é o local pra isso, oferece lojinhas por toda a cidade, além dos vários mercados. Mas fora da cidade é ainda melhor. Por ali, você consegue encontrar diversos vilarejos que produzem móveis e artigos decorativos em madeira com preços ainda mais acessíveis e uma variedade maior. Eu comprei uma mesa linda de madeira na estrada que vai a Baan Tawaii. Ali mesmo encontrei um exportador que enviou a mesa para o Brasil. Não lembro o nome da loja, mas o melhor é passear por lá e escolher pessoalmente. As opções são infinitas! Infelizmente não tenho os nomes / sites das lojas, mas não tem erro por ali.

      A minha única e grande recomendação é com relação ao nosso Brasil. Infelizmente não é tão simples assim. Eu tive o maior problema para retirar a mesa no porto de Santos. O processo é super burocrático e pode sair muito caro. Muitas vezes eles encontram todo o tipo de problema para te arrancar um dinheiro a mais. Fazem de tudo para dificultar, e ainda por cima, você precisa pagar pelo armazenamento. Ou seja, quanto mais tempo eles conseguirem enrolar, mais cara fica a brincadeira. Para você ter noção, eu consegui retirar a mesa só depois de 7 meses de muito stress e paciência. No fim, o custo benefício não valeu a pena, pois tive um gasto portuário enorme.

      Infelizmente o nosso país não facilita, e ainda é muito corrupto, cheio de burocracia e taxas exorbitantes. A não ser que você tenha uma empresa séria que faça todo esse tramite.

      De qualquer forma, espero ter conseguido ajudar um pouco e desejo que você faça compras incríveis.

      Se precisar de mais alguma dica é só avisar!

      Tatiana Perim

      Responder

leave a comment

Instagr.am