"

A “cereja do bolo” do litoral montenegrino

Posted By: tatiana on set 09, 2012 in Montenegro, Por onde andei

Montenegro possui um território equivalente a um terço do Estado do Rio, tem cinco parques nacionais, é banhado pelo Mediterrâneo, cercado pelos Balcãs e reúne num mesmo território, montenegros, sérvios, bósnios, albaneses e croatas. O país oferece uma das misturas mais interessantes da região.

Estado soberano desde 2006, Montenegro é um dos países mais jovens do mundo. Começou a receber visitantes há bem pouco tempo e surpreende os turistas pela quantidade de atrações que oferece. São muitas praias na costa do Mar Adriático, trekkings em florestas virgens, montanhas imponentes, cânions e fiordes. Dizem que Montenegro tem a última floresta virgem do continente europeu.

O mais comprido fiorde do Sul da Europa está em Montenegro. Conduz à cidade medieval de Kotor, também conhecida como Cattaro pela designação italiana. Entre 1420 e 1797, a região fez parte da República de Veneza, e até os dias de hoje, pode-se notar uma forte influência italiana. A cidade é uma verdadeira viagem no tempo, tudo é pitoresco: sua arquitetura bizantina/veneziana, centrinho medieval cheio de ruelas charmosas e uma muralha bem conservada que circunda todo o vilarejo. Mas a “cereja do bolo” mesmo é sua localização: construída atrás da montanha Lovcen e na frente da baía de Kotor, de cara pro fiorde. De longe, foi a cidade mais surpreendente do litoral montenegrino.

Baía de Kotor

O fiorde, a cidade de Kotor e o Parque Nacional de Lovcen

Vista do alto da montanha Lovcen…

Uma das entradas de Kotor

Catedral Sveti Tripun em Kotor

Pelas ruas de Kotor…

Igreja São Lucas 

 

leave a comment

Instagr.am